Prefeitura prevê uma arrecadação superior a 75 milhões de reais no ano que vem

A Câmara de Fronteira aprovou o projeto de lei que estima a receita e fixa a despesa do município para o exercício de 2019

Prefeitura prevê uma arrecadação superior a 75 milhões de reais no ano que vem

A Câmara de Fronteira aprovou o projeto de lei que estima a receita e fixa a despesa do município para o exercício de 2019 com um orçamento de aproximadamente R$ 75 milhões. A votação ocorreu durante sessão extraordinária na noite de 06 de dezembro.

A lei orçamentária prevê que 50 por cento das receitas correntes arrecadadas pelo município serão utilizadas para o pagamento de pessoal, ou seja, abaixo do limite fixado por lei que é de 54 por cento. Além disso, a Lei Orçamentária Anual aprovada pela Câmara garante que tanto área de educação quanto o setor de saúde receberão investimentos superiores aos exigidos pela legislação brasileira.

Segundo o projeto de lei, as previsões de receitas são bastante realistas, sem supervalorizações, considerando apenas os índices de crescimento que a cidade alcançou nos últimos anos. Ainda de acordo com a Lei Orçamentária Anual apresentada aos vereadores, o Prefeito Marcelo Passuelo afirma que Poder Executivo procurou atender, na medida do possível, os anseios e as reivindicações apresentadas pela população nas audiências públicas realizadas ao longo deste ano.

O prefeito também ressalta no documento que uma das prioridades para 2019, é dotar o município de infraestrutura básica. Para que isso realmente ocorra, o Executivo vai investir 20 por cento de todo o orçamento no setor de urbanismo, ou seja, mais 11 milhões de reais.

As áreas de saúde e educação são as que receberão os maiores investimentos. A previsão é  que a primeira receba um montante superior a 22 milhões, já a segunda terá um orçamento  de aproximadamente 17 milhões.

 


Publicado por: Assessoria

Publicado em: 09 de dezembro de 2018

Cadastre-se e receba notícias em seu email