Hino de Fronteira

HINO DE FRONTEIRA
 
LETRA E MUSICA DE NELSON BIASOLI
 
 
 Fronteira desperta-seu momento chegou
da terra mineira seu grito hão de ouvir
o Rio Grande os seus pés banhou
da Força Gigante riquezas haverá de surgir.
 
Os grandes sonhos das noites estreladas
os ventos suaves do vasto sertão
as crianças cantando baladas
de alegre melodia de uma canção.
 
Oh, Virgem Senhora de Fátima
que guarda e ilumina este rincão
o sonho doutrado de Maurício Goulart
a virtude e a graça do seu coração.
 
Salve, Oh, Fronteira-salve
Terras de Beleza mil
Salve, ho, Fronteira-salve
Cidade glorioso do Brasil.
 
Caminhe serena com pessoas, sem espera
Mite sublime no vasto horizonte
Toda beleza que a terra encerra
A luz do crepusculo de um dia triunfante.
 
No verde-amarelo de seus canaviais
As belas neblinas da abobada infinita
No Arco-iris as cores sem igual
Lembrando a terra morena bendita
 
Neste rincão altaneiro, se vejo a alvorada
Vejo as estrelas no orvalho que o céu colocou
Vejo as flores que são aves, amadas
Vejo as aves que são flores, de amor.
 
Sempre lutas dividida
com fibra vaoronil
por esta patria querida
por Minas gloriosa e gentil
 
Salve, ho, Fronteira, Salve
Terra de beleza mil
Salve, ho, Fronteira, Salve
cidade gloriosa do Brasil.